Aprender a pintar, pintando menos

O site da Willkemp Art School apresenta um método curioso e inovador para aprender a pintar. Chama a esse o método de “aprender a pintar, pintando menos”. A teoria na base é de que o estudante de pintura segue muito afobado, tentando dominar todas as técnicas muito rapidamente, e não conseguindo nenhuma delas, muito menos todas em conjunto. Eis então os três passos:

Pinte com uma só cor em cada semana

Escolha uma cor e se vire só com ela. Evite as dificuldades que vêm com o uso de várias.

Copie um quadro por mês

Olhe os mestres da Renascença italiana, escolha um quadro e imite. Simples assim. Aprenderá as técnicas calçando os sapatos dos grandes mestres.

Acrescente mais cores a seu trabalho

Quando estiver dominando a técnica de uma cor, acrescente outra, e assim por diante.

A Willkemp lembra: pintar é um trabalho, exige dedicação, persistência e concentração. A “inspiração” deriva de tudo isso.

Como virar um pintor comercial?

Existem duas formas de conseguir ganhar dinheiro com a pintura:

  • Pintar e procurar um mercado para seus quadros
  • Procurar um mercado, e pintar quadros para esse mercado

O primeiro caso é planejamento no longo prazo. Você precisa arrumar um modo de vida além da pintura e desenvolver contatos que lhe permitam, um dia, cumprir seu sonho de vender suas obras. Não é garantido que alguém consiga descobrir seu incrível talento, mas a arte é assim mesmo.

No segundo caso, você encara a pintura de forma empresarial. Pode começar como “part-time”, mas começa procurando um mercado e sabendo que tipo de quadros esse mercado quer. É uma outra forma de “pintar menos”: você vai direto ao que o cliente procura. Nesse momento, a venda fica bem mais fácil.

Se você tiver talento e conquistar o mercado, pode conseguir vender seus quadros no curto prazo. Ainda que não consiga vender suas obras por milhões de reais, estará conseguindo um rendimento com a pintura.