Helvécio Morais

A obra do pintor e artista Helvécio Morais toca bem fundo no coração dos mineiros, que não têm como não se rever em seus quadros cheios de luz, de cor, e onde a força e a suavidade da paisagem rural de Minais Gerais se revela de uma forma que é ao mesmo tempo emocionante e tecnicamente irrepreensível.

O pintor Helvécio Morais é da escola de Edgar Walter, mas seus quadros se distinguem claramente dos de seu mestre. A forma como domina a técnica da luz nos faz quase sentir o calor do dia, junto com a capacidade de pintar de uma forma realista mas, ao mesmo tempo, como se fôssemos transportados para dentro de um sonho – o sonho que se forma no interior de nossa mente, a partir do quadro.

Exemplos de obras de Helvécio Morais

Os quadros de Helvécio não serão para todo o mundo. A um jovem contemporâneo, pós-moderno, nascido em Belo Horizonte e tendo vivido na capital por toda sua vida, falta aquilo que os americanos chamam o “background”: esse interior de experiêcias vividas que lhe permitiria não só analisar tecnicamente a obra, avaliar seus méritos artísticos, mas principalmente senti-la como sua. Entender o conjunto de emoções, sentimentos e referências que dão um verdadeiro significado ao quadro.

Hora da Ordenha

A tela “Hora da Ordenha” não é compreensível do mesmo jeito sem esta vivência. No máximo, um espectador urbano poderá contemplar o jeito de viver pacífico da vida no campo, mas mesmo essa perspectiva estará contaminada por uma série de equívocos. Entretanto, quem vem de lá consegue praticamente sentir a força e a energia dos animais representados, se concentrando sob o sol quente.

Outros exemplos de excelentes obras de Helvécio que se integram nesta ideia:

  • Preparando a montaria
  • Matando a sede
  • Músicos
  • Estrada com carroceiro
  • Terreiro de fazenda
  • Estrada com animais