Banco do Brasil mostra Klee em 2019

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) está promovendo a exposição “Equilíbrio Instável”, com a obra de Paul Klee, um dos nomes maiores da arte moderna do século XX. A exposição está nesse momento em São Paulo, onde ficará até 29 de abril; seguirá para o Rio de Janeiro, onde poderá ser visitada entre 15 de maio e 12 de agosto; e terminará por Belo Horizonte, de 28 de agosto a 18 de novembro. A entrada é grátis, fazendo deste um evento absolutamente imperdível para todos os estudantes de arte e os interessados em arte moderna.

Mais de 100 obras

É a primeira vez que a América Latina recebe um conjunto de Klee com tamanha dimensão, sendo mais de 100 obras no total. A responsável pela escolha é Fabienne Eggelhöfer, curadora do Centro Paul Klee, sediado em Berna, capital da Suíça e cidade onde o pintor viveu a maior parte da vida.

Pretende-se que as obras escolhidas façam algo como um resumo do percurso criativo do artista, permitindo ao visitante compreender o conjunto do trabalho e da obra e a sua influência nas diversas correntes artísticas e criativas de seu tempo – bem como a influência sobre a atualidade.

Sobre Paul Klee

Nascido em 1879, filho de pai alemão e mãe suíça, Klee foi um dos grandes nomes da pintura mundial, espalhando seus temas entre o Expressionismo, o Cubismo e o Surrealismo. Em 1916, aos 36 anos, foi alistado para participar na Primeira Guerra Mundial. Trabalhou em tarefas longe da frente, mas a experiência lhe deixou grandes marcas, principalmente pela perda de amigos próximos em combate. Conheceu Picasso e trabalhou de perto com Kandinsky. Em 1933, com a chegada dos nazis ao poder na Alemanha, foi demitido da Bauhaus, a grande escola criativa de arte moderna daquele país. Voltou à Suíça, onde morreu em 1940.