3 sites pessoais com bom design

Os sites pessoais deixaram de ser moda com a explosão das mídias sociais, em especial com o LinkedIn que é a grande rede profissional, mas também com o Facebook que está assumindo todos os papéis. Esse é o melhor motivo para apostar em um site pessoal: não é tão comum assim. Em um site pessoal você pode se mostrar exatamente como quer e do jeito que quer, e deixar o LinkedIn para os comuns. No mais, uma coisa não proíbe a outra – você pode estar na rede social e mostrar o link para seu site pessoal.

O site pessoal é especialmente importante em áreas relacionadas com a sua produção: design, marketing e programação informática são alguns casos. Um bom site pessoal precisa um design extraordinário, senão é preferível ficar pela mídia social. Confira alguns dos melhores exemplos de sites pessoais da atualidade.

Ellen Skye Riley

Designer e ilustradora: é assim que ela se apresenta na landing page. A navegação é simples e intuitiva, o visual apelativo, com imagens fortes mas transmitindo sempre uma mensagem bem clara. A mensagem implícita vai conquistando o usuário: é com ela que você vai querer encomendar seu próximo trabalho de design.

Joshua McCartney

Poucos sites conseguem colocar tanto conteúdo em apenas duas páginas iniciais sem nunca passar a sensação de que há demasiadas coisas para ver, mexer e escolher. Este “feeling” continua ao longo de todo o site.

Seth Godin

Quer que seu site seja um cartão de visita, e se possível impulsionando seus visitantes a agir (subscrevendo seu blog, por exemplo)? Seth Godin é um caso de como seu site pessoal não tem que ser apenas portfólio; pode cumprir outras funções tão importantes para caras conhecidos à nível internacional, como Godin, e anônimos começando uma carreira. Um site simples, organizado e onde você não tem de pensar muito para agir: eis um conceito bem eficaz.