Ter aula de pintura

Aprender a pintar é um desafio. Como tudo o mais na vida, o ideal é arrumar um professor, alguém que perceba do assunto e vá explicando para você os diversos segredos, técnicas ou teorias. Você pode tentar aprender sozinho e até se pode dar bem, mas com o professor você salta diversas etapas de forma mais rápida e até mais eficiente.

Existem três grandes tipos de aula de pintura, na atualidade.

Aula particular

A aula particular é o método mais caro mas também o mais eficiente. Você tem 100% da atenção do professor, em cada momento. Ele lhe dá as técnicas, acompanha seu progresso, dá dicas do que deve e não deve fazer, e aponta o caminho. Como estamos falando de arte, ele lhe deverá apontar vários caminhos, pois não existe um único; como estamos falando de ensino, ele deverá preparar você para seguir seu próprio caminho (essa é a grande vocação do professor).

A aula particular pode ser feita em casa do mestre ou em casa do aluno. Na casa do mestre, o estudante poderá se sentir mais imerso no verdadeiro ambiente de trabalho de um artista.

Aula em escola

Diversos pintores profissionais ou bem conhecidos passaram pelas salas de aula das escolas. Você dedica seu tempo, a 100%, a aprender o conjunto das técnicas e a praticar em suas primeiras obras. A Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo‎, a Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais são apenas três de muitos exemplos.

Aula online

Aqui, o professor se encontra até do outro lado do planeta e está falando para uma multidão de anônimos vendo seus vídeos. O aluno precisa ser muito proativo, mas também tem a possibilidade de aprender em seu próprio ritmo. Além disso, o professor pode estar disponível para aulas online particulares.